terça-feira, 16 de junho de 2009

Extra! Extra! Livraria erótica ensina!






Há duas semanas, vivi uma situação muito inusitada. A história é a seguinte. Após almoçar em um pequeno shopping perto da UFSC, carinhosamente chamado de “shoppinzinho trindade”, fui até a livraria Livros & Livros, localizada no mesmo andar do restaurante em que eu havia almoçado. Para minha surpresa, ao chegar lá, levei um susto daqueles, pois a livraria havia se transformado, como que num passe de mágica, em nada menos do que um sex shop!


Por alguns instantes, tentei em vão localizar na memória imagens de pessoas carregando livros em caixas, ou da livraria fechada em horário comercial. Nem sequer me lembrava de algum cartaz com os dizeres “estamos mudando para ...”, apesar de almoçar regularmente no shoppinzinho. Como não vi os apetrechos eróticos chegarem? Ou as caixas deles? Fizeram toda a mudança na calada da noite? Para onde a livraria se mudou? Foi um caso de falência?


O fato é que eu estava ali, parado diante daquele sex shop, com os olhos nos adesivos de preços promocionais da vitrine, procurando entender o que havia acontecido. Isso sem me dar conta dos pensamentos que poderiam povoar a cabeça das pessoas ao redor. “Ele deve estar com vergonha de entrar” devia ser o mínimo. Após desistir de tentar entender, resolvi ir embora para casa.


Durante toda a tarde aquilo tudo não me saía da cabeça. Tive a sensação de que deveria aprender algo com o que tinha acontecido, já que não é todo dia que livrarias se transformam em sex shops. Então, subitamente, tive o insight de que aquele lugar, onde eu tinha comprado a maioria dos meus livros, estava me lembrando algo muito importante que eu havia esquecido, e do qual depende, acredito, o prosseguimento bem-sucedido dos meus estudos. Trata-se, talvez, de uma lição muito importante, que pode ter motivado vários sujeitos como eu (aprendizes) no passado. Quem sabe ela pode ser encontrada em raríssimos livros:


Mesmo se você parecer ridículo, sem que você perceba,

a busca pelo conhecimento

pode se transformar em uma fonte para se obter prazer.


Eric Duarte


Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br